+55 (71) 3321-0448

O CAMPEONATO


A perspectiva é de que o Baianão 2020 seja ainda mais disputado e atrativo do que foi o de 2019, quando o Bahia se sagrou campeão estadual pela 48ª vez, fazendo uma final emocionante contra o Bahia de Feira. No jogo decisivo, na Arena Fonte Nova, um público de 41.413 pagantes proporcionou uma renda de R$ 1.052.633,00.
 
O Baiano é o quinto estadual de melhor desempenho na presença dos torcedores nos estádios, com um público total de 221.997 pessoas, uma média de 4.353 por jogo em 2019. Fica atrás do Paulista, Carioca, Mineiro e Gaúcho. Mas, é o maior do Norte/Nordeste, à frente do Cearense, Pernambucano, Paraibano, Alagoano, Potiguar, Maranhense, Sergipano e Piauiense. como também de estaduais do sul/sudeste do país, a exemplo do Paranaense, Catarinense e Capixaba.
 
No Bahia, o presidente Guilherme Bellintani solidificou ainda mais o trabalho desenvolvido pelo seu antecessor Marcelo Sant’ana e, hoje, o Tricolor da capital registra números expressivos no seu quadro de associados, tudo isso respaldado por ações de marketing bem elaboradas.
 
Os bons resultados do Esquadrão de Aço nas competições, chegando à final da 
Copa do Nordeste, às quartas de final da Copa Sul-Americana e desde 2017 figurando na Série A do Campeonato Brasileiro, resultaram num crescimento significativo do Tricolor da capital, que domina o estadual há dois anos.
Com uma nova direção, onde se destaca a volta do presidente Paulo Carneiro, que revolucionou o clube na década de 90, o Esporte Clube Vitória agiliza uma reestruturação para não ficar de fora da decisão em 2020. E quem ganha com isso é o torcedor baiano.
 
Mas os clubes do interior também estão de olho na estrutura. E um dos pontos positivos do Campeonato Baiano de 2019 foi a chegada do moderno Estádio Professor Jodilton Souza, a Arena Cajueiro, em Feira de Santana. Os dirigentes do Bahia de Feira investiram pesado na criação de um complexo futebolístico, que será de fundamental importância para o trabalho de sua divisão de base.
A Arena Cajueiro abrigou jogos do Baianão 2019 até as semifinais. Na final, contra o Bahia, devido a não atender à capacidade exigida pelo regulamento da competição (4 mil torcedores), o Bahia de Feira mandou o jogo de ida no Estádio Alberto Oliveira, o Joia da Princesa, também em Feira de Santana.
 
O presidente do Tremendão, Jodilton Souza, inclusive, realiza uma reforma no estádio para ampliar a capacidade, com a construção de novos lances de arquibancada. O gramado da praça esportiva é o único sintético no estadual.
 
Clube que conta com uma torcida apaixonada, o Atlético retornou com tudo para a Série A, em 2019. Os públicos registrados no Estádio Antônio Carneiro, em Alagoinhas, foram significativos. No jogo contra o Bahia, no Carneirão, foram 9.182 pagantes para uma arrecadação de R$ 181.640,00. 
 
Fluminense de Feira, Jacuipense e Jacobina também estarão fortes na disputa do da Série A. Se junta a eles o Doce Mel, campeão da Série B do Baianão 2019 e que faz sua estreia na elite do estadual.
 
E a Federação Bahiana de Futebol trouxe mais uma inovação para o Baianão, em 2019, com a utilização do VAR (Árbitro de Vídeo), nas finais entre Bahia e Bahia de Feira. A nova tecnologia foi de fundamental importância, nas duas partidas, para garantir a lisura e, consequentemente, credibilidade para a competição estadual. O VAR está garantido na decisão do Baianão 2020.
 
HISTÓRICO – O Campeonato Baiano é o segundo mais antigo do Brasil – fica atrás apenas do Campeonato Paulista – e vem sendo disputado desde 1905, quando consagrou como primeiro campeão o Clube Internacional de Cricket. 
 
Os atacantes Cláudio Adão, pelo Bahia, em 1986, e Neto Baiano, pelo Vitória, em 2012, são os maiores artilheiros da história do Baianão, com 27 gols.
 
O Bahia tem 48 títulos estaduais, contra 29 do Vitória; 10 do Ypiranga; 7 do Botafogo; 5 do Galícia; 2 de Fluminense de Feira, Fluminense de Salvador e São Salvador; e 1 de AAB (Salvador), Leônico (Salvador), Santos Dumont (Salvador), Bahiano de Tênis (Salvador), Internacional (Salvador), Bahia de Feira, Sport Bahia (Salvador), Atlético de Salvador, Colo-Colo (Ilhéus), Guarany (Salvador), Internacional de Cricket (Salvador) e República (Salvador). 

Times

Tabela de classificação

Classificação Pos Pts
Bahia 1 15
Jacuipense 2 12
Bahia de Feira 3 11
Vitória 4 11

VEJA A TABELA COMPLETA
E RELAÇÃO DE TIMES DO CAMPEONATO

Artilheiros

Marcelo Nicácio
Marcelo Nicácio

8 GOLS

Fluminense de Feira FC

Deon
Deon

4 GOLS

Bahia de Feira

Eron
Eron

4 GOLS

Esporte Clube Vitória

Maurício Garcez
Maurício Garcez

3 GOLS

Doce Mel Esporte Clube

Nino Guerreiro
Nino Guerreiro

3 GOLS

Sociedade Desportiva Juazeirense

Elias
Elias

3 GOLS

Esporte Clube Jacuipense

Thiaguinho
Thiaguinho

3 GOLS

Esporte Clube Jacuipense

Popô
Popô

3 GOLS

Esporte Clube Jacuipense