FBF e clubes definem fórmula da 2ª Divisão do Baianão 2014

Por Comunicação FBF, 13 de Jan 2014 - 17h57

No dia 16 de março a bola rola na 2ª Divisão do Baianão 2014. Mas, foi nesta segunda-feira (13) que ficaram definidos os últimos detalhes para o ponta pé inicial.
 
Na sede da entidade, a Federação Bahiana de Futebol (FBF) reuniu os dez clubes participantes para a Reunião do Conselho Técnico da Competição. No local, foi escolhida a fórmula de disputa e discutidos assuntos de importância para o sucesso do campeonato, como o cumprimento das leis e do Estatuto do Torcedor.
 
Num encontro bastante democrático, a entidade máxima do futebol da Bahia deu oportunidade a todos para fazerem sugestões. Os representantes do Jequié e do Fluminense propuseram fórmulas diferentes, mas no fim, por votação ganhou a apresentada pela diretoria técnica da FBF.
 

 
Em 2014, Jequié, Flamengo de Guanambí, Colo-Colo, Ipitanga, Itabuna, Ypiranga, Fluminense de Feira, Atlético de Alagoinhas, Jacobina e Leônico brigarão pelas duas vagas na elite do Estadual em 2015. O destaque fica por conta da presença de campeões baianos da 1ª divisão, como o Flu, o Colo Colo e o Ypiranga e o retorno de Jacobina e Leônico, também campeão, que não disputam competições profissionais há anos. Esses "ingredientes" abrilhantarão ainda mais a batalha e garantirão uma Segundona forte e emocionante.
 
Na primeira fase, entre 16 de março e 11 de maio, os dez clubes ficarão em um mesmo grupo, onde todos se enfrentarão em jogos apenas de ida. Os rebaixados da elite em 2013 e os três melhores colocados na Segunda Divisão do mesmo ano terão a vantagem de jogar cinco partidas em casa.
 
O sistema de pontos corridos será mantido e os dois primeiros colocados da fase conquistarão o acesso à Primeira Divisão de 2015. Ambos ainda disputarão, em jogos de ida e volta, o título, nos dias 18 e 25 de maio. Além dos troféus de campeão e vice, as duas equipes ainda garantirão vagas na Copa Governador do Estado, que vale uma das vagas na Copa do Brasil.
 

 
No total, serão disputadas 38 partida, todas em dias de domingo, mas com possibilidade de mudanças, desde que cada clube manifeste seu desejo de sair dos domingos com antecedência. No total, cada agremiação realizará o mínimo de oito e o máximo de dez jogos.
 
Neste ano, não haverá rebaixamento, mas as equipes que terminarem o Estadual nas duas últimas colocações terão que se submeter à disputa do Torneio Seletivo para voltarem a participar da Segunda Divisão em 2015.
 
O presidente da FBF, Ednaldo Rodrigues, revelou que a entidade está em busca incansável de patrocínios para os participantes da competição.
 
Além de Rodrigues, representaram a FBF na reunião o vice-presidente Manfredo Lessa, a diretora técnica Taíse Galvão, o diretor de registros Ricardo Nonato e o presidente da Ceaf-BA, Wilson Paim.
 
Já os clubes foram representados pelos presidentes do Ipitanga, Renato Brás; do Ypiranga, Emerson Ferretti; Jequié, Juarez Sampaio; Flamengo de Guanambi, Washington Lucas; Colo-Colo, Walter Telles; Atlético de Alagoinhas, Raimundo Queiroz; Jacobina, Rafael Damasceno; Fluminense de Feira, Rubem Cerqueira; o vice-presidente do Leônico, Jairo Veiga e o gestor do Itabuna, Gabriel Silva. 

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

ENCONTRE-NOS NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO TWITTER

ENQUETE