Juventus vence nos pênaltis é Campeão do Seletivo Amador

Por Monise Alves, 26 de Jul 2011 - 17h04



Após empate por 1 a 1 no tempo normal, o Juventus derrotou o Portelinha na disputa por pênaltis (4 a 3) e conquistou o título do Seletivo Amador 2011. O jogo foi disputado na tarde deste sábado, 23, no Campo da Bunge. Buiu, aos 20 minutos do primeiro tempo, abriu o placar a favor do Juventus. Ainda na primeira etapa, Maurício empatou para o Portelinha, aos 44 minutos.


O primeiro tempo teve domínio das duas equipes, cada uma em uma parte do jogo. Até os 22 minutos, o Juventus dominou e criou as melhores oportunidades, chegando ao gol aos 20′ e marcando outro, anulado pela arbitragem, aos 22′. A partir daí foi o Portelinha quem foi à frente, conseguiu o gol de empate e poderia ter virado o jogo antes do intervalo.


A primeira oportunidade do Juventus aconteceu aos nove minutos. Em rápida troca de passes entre Miltinho e Buiu, Tenório recebeu pela direita do ataque, fez o giro e chutou. A bola passou raspandao a trave esquerda de Caio.


Aos 20′, o Juventus saiu na frente com gol de Buiu. Ele recebeu próximo da meia-lua da grande área, após jogada de cobrança de escanteio, avançou e tocou na saída de Caio. A defesa do Portelinha parou para forçar o impedimento.


Dois minutos depois, o mesmo Buiu recebeu novamente na entrada da grande área e, frente a frente com o goleiro, fez o passe para Natanael que, em posição de impedimento, marcou o segundo gol. A arbitragem anulou o gol. A falha do atacante Buiu foi ter feito o passe, uma vez que ele não estava em condição ilegal e poderia ter chutado para o gol.


A partir daí, o Portelinha acordou e pressionou até o final do primeiro tempo. Maurício perdeu a chance de empatar aos 29′. Frente a frente com o goleiro Zaroi, o jogador do Portelinha cabeceou para o alto quando estava próximo do gol. Aos 35′, Pança cruzou para a área e após um bate e rebate com a defensiva do Juventus, Juninho chutou pela linha de fundo. Aos 38′, o goleiro Zaroi se antecipou num contra-ataque do Portelinha e evitou o gol de empate.


Após tanto pressionar, o Portelinha chegou ao empate aos 44 minutos. Em escanteio da esquerda, Nitinho recebeu e deu o toque para Maurício que, próximo da pequena área, chutou para deixar tudo igual.


O Portelinha quase virou aos 46′, em outro contra-ataque que Zaroi salvou, e aos 50′, em cobrança de falta de Ernando. Os dois técnicos chamaram a atenção pela indisciplina motivada pelo nervosismo. Jéder de Oliveira, do Juventus, foi expulso por reclamação a poucos minutos do intervalo. Logo no início do segundo tempo foi a vez de José Lilton Brandão, o Zelinto, do Portelinha, se aborrecer com a arbitragem e também ser expulso da partida.


No segundo tempo, as duas equipes pouco criaram em termos ofensivos. Aos nove minutos, Buiu perdeu o equilíbrio numa tentativa de dar uma bicicleta na área do adversário. Aos 33′, em chute despretensioso de Ginoelson, a bola foi rasteira e quase enganou o goleiro Zaroi, que precisou fazer a defesa em dois tempos.

 
Decisão nos pênaltis

 
Na cobrança de pênaltis, Miltinho, Zaroi, Tacadinha e Natanael converteram a favor do Juventus. O goleiro Caio, do Portelinha, defendeu a cobrança de Édson. Para o Portelinha, Maurício, Nitinho e Galegão marcaram, enquanto Ernando, para fora, e Ginor, na trave, desperdiçaram.



FONTE: www.esportedooeste.com.br

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

ENCONTRE-NOS NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO TWITTER

ENQUETE