Presidente da FBF coordena Grupo de Trabalho em prol dos Campeonatos Estaduais

Por Comunicação FBF, 14 de Nov 2018 - 15h58

Campeonatos históricos, alguns deles até centenários, os estaduais exerceram papel importante no desenvolvimento do futebol brasileiro. Por eles passaram grandes craques do futebol mundial.
 
Suas existências são de tamanha importância que ultrapassam o limite das quatro linhas. São competições responsáveis pelo sustento de milhares de atletas, muitos deles humildes, que ainda buscam um lugar ao sol. E porque não falar dos diversos empregos informais criados durante suas disputas, como vendedores ambulantes, bilheteiros entre outros.
 
Por isso, a Confederação Brasileira de Futebol escolheu um caminho a seguir. O de valorizar e fortalecer os estaduais.
 
Foi pensando nisso que a diretoria da CBF anunciou uma relevante medida. A entidade criou um Grupo de Trabalho em prol da perenidade destes campeonatos.
 
A coordenação do grupo será de um dos maiores defensores dos estaduais no futebol brasileiro, o presidente da Federação Bahiana de Futebol, Ednaldo Rodrigues. O dirigente foi convidado e nomeado pelo presidente da CBF, Antônio Carlos Nunes.
 
O grupo também contará, como membros, com o presidente da Federação Amazonense de Futebol, Francisco das Chagas Dissica, representante da região Norte; o presidente da Federação Alagoana de Futebol, Felipe Omena Feijó, representante da região Nordeste; o presidente da Federação Goiana de Futebol, André Luiz Pitta, representante da região Centro-Oeste; o presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, Rubens Lopes, representante da região Sudeste; o presidente da Federação Paranaense de Futebol, Hélio Cury, representante da região Sul; e ainda o diretor de competições da CBF, Manoel Flores, como secretário do grupo.
 
O grupo fará um estudo a longo prazo. Discutirá o tema com todos os envolvidos nos estaduais, como clubes, Federações, atletas e imprensa. O objetivo é adequar ainda mais os campeonatos ao calendário, deixando-os ainda mais agregado às demais competições da temporada e buscando uma padronização dos mesmos, respeitando as particularidades de cada estado. O GT também auxiliará as Federações na captação de recursos para os campeonatos.
 
"Nosso objetivo é melhorar ainda mais os estaduais, fortalecer esses campeonatos, buscar um padrão de qualidade. Como a grande maioria dos estaduais de 2019 já estão prontos, até dezembro conheceremos a realidade de cada competição para, a partir de janeiro, iniciarmos os trabalhos em busca dos avanços que temos como objetivo para a partir de 2020", explicou o coordenador Ednaldo Rodrigues.

Foto: CBF

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

ENCONTRE-NOS NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO TWITTER

ENQUETE