Baianão da Série A tem clube de Feira pela 10ª vez na final

Por Edmilson Ferreira - Comunicação FBF, 11 de Abr 2019 - 14h50

Já aconteceram 9 finais de Campeonato Baiano da Séria A com as participações de dois clubes de Feira de Santana: Fluminense e Bahia de Feira. No próximo domingo (14), no Estádio Alberto Oliveira, o Joia da Princesa, o Tremendão começa a disputar sua segunda decisão, enfrentando o Bahia, na luta pelo segundo título estadual.

Bahia de Feira fez a festa, em 2011, contra um gigante da capital


Em 2011, diante do Vitória, o Bahia de Feira surpreendeu o Rubro-Negro da capital e garantiu seu único troféu de campeão baiano. No primeiro jogo, no Joia da Princesa, no dia 8 de maio, ocorreu empate por 2 a 2. Diones e Carlinhos marcaram para o Tremendão, enquanto Elkeson e Reniê fizeram os gols do Leão, com um público de 10.765 pagantes.

No Barradão, no dia 15 de maio, a decisão começou favorável para o Vitória, que fez 1 a 0, aos 15 minutos do primeiro tempo, com Geovanni. Mas, o Bahia de Feira reagiu ainda na etapa inicial e empatou com um gol de Alysson, aos 45.

Na segunda etapa, aos 21 minutos, João Neto marcou o gol do título inédito do Tremendão, que sob o comando do técnico Arnaldo Lira atuou com Jair, Edson, Paulo Paraíba, Alex Alagoano e Alysson; Lau, Diones, Rogério e Bruninho; Carlinhos e João Neto.

PALCO DO JOGO – Inicialmente, o Joia da Princesa foi denominado Estádio Municipal Almachio Boaventura, em homenagem ao intendente que fez a terraplanagem do terreno em 1950. Foi inaugurado em 23 de abril de 1953, quando o Bahia de Feira venceu o Galícia por 2 a 0, gols de Mário Porto.

Em 13 de novembro de 1966, foi inaugurado no mesmo local um novo estádio, mudando a posição do campo. A praça esportiva foi rebatizada com o nome de Alberto Oliveira, em homenagem ao ex-vereador e ex-presidente do Fluminense de Feira Futebol Clube.

A reinauguração foi realizada pelo então governador Luís Viana. Em amistoso, o Fluminense de Feira perdeu para o Vasco da Gama-RJ por 1 a 0, com um gol contra do zagueiro Val. Foi nessa partida que se registrou o maior público da história do estádio, com 28 mil pagantes.

Em 1984 e 1985, o estádio passou por uma nova reforma e, no jogo de reinauguração, realizado em 22 de agosto de 1985, em novo amistoso, o Fluminense de Feira deu o troco no Vasco e venceu o time carioca por 1x0. Nesse jogo se registrou o segundo maior público, com 25.254 pagantes.

Foram 8 as finais de Campeonato Baiano da Série A disputadas pelo Fluminense de Feira, que foi campeão em 1963 e 1969, e vice-campeão em 1956, 1968, 1971, 1990, 1991 e 2002.
 
Fotos: Divulgação

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

ENCONTRE-NOS NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO TWITTER

ENQUETE