Cerimônia homenageia Alessandro Matos e oficializa Luanderson Lima como árbitro assistente FIFA

Uma sexta-feira de muitas emoções na sede da CBF, no Rio de Janeiro. No local, dois baianos roubaram a cena na cerimônia que oficializou os novos árbitros brasileiros da FIFA para 2023.

O jovem Luanderson Lima dos Santos teve seu nome indicado para compor o quadro internacional. Já Alessandro Matos, que deixou o quadro, foi homenageado por ter alcançado a incrível marca de 21 anos como árbitro assistente FIFA.

Luanderson, de 27 anos, não conteve as lágrimas ao ser anunciado como novo assistente da FIFA. O baiano lembrou as dificuldades que passou até chegar ao nível mais alto da arbitragem.

"É uma sensação inexplicável. Um jovem como eu, baiano e vitorioso, filho de empregada doméstica, com certeza é para chorar. Agora a responsabilidade aumenta. Tenho de manter o foco e os pés no chão, pois o trabalho é contínuo e não para", disse.

O profissional iniciou na arbitragem ainda criança, aos 10 anos. Dois anos depois, ele ingressou no projeto social DBAF e começou a apitar. Com 15 anos, ele foi convidado pelo então Presidente da Federação Bahiana de Futebol e hoje Presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, para fazer parte do quadro estadual. O ingresso no quadro da CBF aconteceu há seis anos, logo após ele completar 21 anos.

Já Alessandro deixa o posto cheio de conquistas. Foram atuações em diversas competições nacionais e internacionais, como as Eliminatórias da Copa do Mundo, Libertadores, Copa Sul-Americana, Mundiais de base, e torneios sul-americanos de base e amistosos de seleções. O baiano também conquistou premiações de melhor árbitro assistente de campeonatos como o Baianão e o Brasileirão, onde atuou em mais de 300 jogos, marca que lhe rendeu outra homenagem da CBF, no início deste ano.

Presente na cerimônia, o Presidente da Federação Bahiana de Futebol, Ricardo Lima, voltou a enaltecer os dois profissionais da Bahia. "Hoje foi um dia muito importante para a arbitragem baiana. Primeiro, pela merecida homenagem a Alessandro Matos, esse grande árbitro assistente, o melhor que eu vi atuar. Foram 21 anos de quadro internacional com atuações de destaque, uma carreira brilhante. Depois, pela indicação de Luanderson, essa jovem revelação que já mostra muita competência e qualidade. Tenho certeza de que ele seguirá os passos de Alessandro e terá uma grande carreira como árbitro assistente FIFA", disse.

Além de Ricardo Lima, outros baianos estiveram no evento. O Presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, responsável pela entrega das homenagens, e o idealizador do projeto social DBAF, onde Luanderson Lima deu os primeiros passos na arbitragem, com 12 anos, Rildo Gois.

Leia Mais
Voa, Luanderson! Jovem assistente baiano é novo integrante do quadro da FIFA

Obrigado, Alessandro! Assistente baiano deixa o quadro da FIFA após mais de duas décadas

Clique aqui e confira a galeria de fotos da cerimônia

Fotos: Lucas Figueiredo/CBF